segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Rio Grande do Norte - Parte 4

Bom dia meninas !!!!!

Hoje vou falar mais um pouquinho da viagem para Natal e adjacências ... Confesso que tentei de todas as formas terminar de escrever sobre esta viagem, mas não consegui resumir a ponto de terminar tudo hoje mesmo. Sei que algumas meninas devem estar cheias de ler tantos relatos e eu me permito dizer que estou cansadinha de escrever... Não que eu não goste !! Pelo contrário ... ADORO !!!! Mas escrever sobre as minhas viagens demanda tempo (coisa que anda meio escasso por aqui) ... pois escrevo tudo que vi, tudo que ouvi, tudo que presenciei e ainda pesquiso sobre mais algumas informações. Gosto do post o mais completo possível, principalmente para ajudar as meninas que querem ou ainda vão conhecer a cidade. Uma grande dificuldade quando procuro sobre algum destino é exatamente esta ... eu sempre encontro um pouquinho de informação em cada lugar, por isto tento ser o mais ampla possível, para que as pessoas possam encontrar muitas informações aqui.

Bem ... o destino de hoje é Maracajaú !!!

Maracajaú é conhecida como o caribe do RN.


A 54 km de Natal, no município de Maxaranguape, Maracajaú surpreende pelas suas águas cristalinas, e pelos seus parrachos – formação de uma cadeia de recifes de corais que se estende por 10 quilômetros de mar, a sete quilômetros de distância da costa. Lar de centenas de espécies de peixes, crustáceos e moluscos, esse santuário submarino pode ser visitado pelo ser humano sem que a natureza seja prejudicada. Dunas, coqueiros e lagoas completam o cenário da praia.





A maré seca forma piscinas naturais de águas azul-claras com profundidade entre um e quatro metros.

Nos parrachos mais rasos, costuma-se nadar apenas com máscara e snorkel (equipamentos com preços já inclusos no passeio). Nos parrachos mais profundos, é possível a prática de mergulho com equipamentos (mas diversas restrições devem ser observadas); esse tipo de mergulho é mais raro de se encontrar nas costas do Nordeste.

O marido achou o passeio fraco ... ficou reclamando que não viu nada além de corais e peixinhos. Para pessoas normais como eu que nunca mergulharam na vida (o nosso mergulho foi de snorkel), a sensação foi incrível e a visão belíssima !!! Como em 2009, eu dei de presente de aniversário para o marido um batismo submarino em Búzios e nas horas que ele passou debaixo d'água ele viu peixinhos, cavalo marinho, tartarugas marinhas, moréias,águas vivas e sei lá mais o que ... é lógico que ele acharia um simples mergulho de snorkel fraquinho. Para quem nunca mergulhou na vida ... vale a pena o passeio !!!! O mergulho é super tranquilo e com a ajuda de bóias, você consegue observar tranquilamente a vida marinha.














O passeio dura cerca de duas horas. Durante a permanência, os turistas também podem tomar drinques e comer tira-gostos oferecidos em quatro “flutuantes”, embarcações de apoio que ficam atracadas permanentemente em alto mar. Nos trajetos de ida e volta, as embarcações passam por outro ponto turístico de Maracajaú, que é o farol Tereza Pança, construído em 1939 e que leva o nome de um navio que naufragou na região.

Os Parrachos podem ser visitados por apenas 981 turistas por dia, para que o mergulho não represente danos ao ecossistema. Os passeios são controlados pelo Ibama e pelo Idema, o órgão ambiental potiguar, que mantém fiscais na região.

OBS: Caso você queira tirar fotos submersas, você tem três opções


1) Ou compra aquelas máquina descartáveis (no ponto de apóio que ficamos, eles tinham uma lojinha vendendo estas máquinas. No local elas estavam custando 45 reais. Fora o preço da revelação ...)

2) Paga o preço absurdo que os fotógrafos locais cobram (eles ficam na água tirando as fotos)

3) Compra uma capa especial para colocar a sua máquina. Eu comprei esta capa na última viagem que fizemos em Caldas Novas e super indico !!! As fotos ficam ótimas !!!! É só retirar o flash para que não dê reflexo. Pagamos 70 reais. O preço é salgado, mas para quem viaja muito ou frequenta muito as piscinas,praias ou parques aquáticos na vida ... o investimento é super válido !!

O nosso passeio tinha como ponto de apoio o restaurante Portal de Maracajaú que nos oferecia após o passeio, almoço (pago por fora), piscina e cadeiras espreguiçadeiras.






Para quem não quisesse ficar “parado” no restaurante, após o mergulho nos parrachos, você tinha a opção de andar de cavalo, alugar um quadriciclo ou conhecer as Dunas de Maracajaú. A cadeia reúne dunas móveis e fixas e alguns trechos com areias coloridas.

Para quem for sozinho a Maracajaú (com o seu próprio meio de transporte), você pode aproveitar o passeio para conhecer outras belezas da região:

 A praia de Cabo de São Roque, além de bela, chama a atenção por outros dois motivos: é o ponto das Américas mais próximo da África e une litoral e sertão em um só lugar. O encontro da vegetação típica da caatinga com as dunas e a flora da beira-mar dá ainda mais charme a uma praia que conserva um certo ar inexplorado.

 Praia de Caraúbas, um charmoso trecho brindado por falésias e arrecifes que ainda não foi totalmente descoberto nem mesmo pelos próprios norte-rio-grandenses.

 Árvore do Amor, um acidente natural que virou fonte de inspiração para os casais românticos. Na verdade são duas árvores, duas gameleiras que se abraçam. A lenda de que o local dá sorte e amor eterno aos apaixonados faz sucesso entre os turistas que visitam a região e fazem questão de conhecer a inusitada árvore. (na praia da Barra)

Foto: Natal Online

 Ma-Noa - o maior parque aquático do Rio Grande do Norte. Um complexo com parque aquático, piscinas e quiosques à beira-mar. Muito inferior, tanto em quantidade como em variedade de atrações, ao Beach Park de Fortaleza e ao Veneza Water Park de Recife.


Espero que tenham gostado !!!

Beijinhos enormes !!!!

*Informações e créditos:

Receptivo: http://www.luckreceptivo.com.br/
http://www.natalonline.com/
http://www.viagemdeferias.com/


9 comentários:

Sandrinha disse...

Bom dia amiga!

Excelente começar o dia vendo estas imagens lindas!
Eu tb não fui a este lugar snif,snif,snif,...
Tetê q lugar maravilhoso!
Q águas limpinhas!

Vc é corajosa de mergulhar,eu morro de medo de sentir falta de ar ou entrar água...rsrsrs.
Suas fotos estão um arraso!

Vou pegar a dica de comprar uma capinha p/ minha máquina!
Sera q acho fácil aqui no Rio?

Mil beijinhos

Sandrinha disse...

Ah, esqueci de dizer q tem selinho p/ vc lá no meu blog.

Beijinhos!!

Carol disse...

AI QUE LEGAAAAAAAAAAAAAL!!

Adorei a foto da Skol hehehehe

Beijao!

aninha disse...

Adorei as dicas!
amo qdo vc viaja e vem compartilhar conosco as coisas boas e ruins!
fora as fotos lindas!
bjO

La'more disse...

Uauuu mait~e q delicia, quero tomar banho demar tbm com água cristalinaaaaaaaa
amei sua viagem que delícia....
e n´so aquipassando calor e vc curtindo hein... nada mais q merecido, e pode relatar q a gente gosta, quem não gosta ésó não ler rsrs

bjão

Mãe do VH disse...

Que lugar lindo...
Essa viajei para ter sido maravilhosa.
Uma otima semana pra vc.
Bjaum...

Marta disse...

Tetê.. tb fomos a Maracajaú.. adorei!!! Todos os passeios foram muito bons!
Beijocas

Jessica disse...

Tete vc tava no paraiso né???? rsrsrsr
Q lugar lindo...
Então qto à minha cachorrinha, conversei com alguns veterinários, e o q me disseram é q ela é hiperativa, q preciso comprar uma remedinho fitoterápico, o passiflorine, e brincar bastante com ela antes de dormir...
Vamos ver se resolve né??? Espero que sim...
Bjooooooo

Aline disse...

Fotos linnnnnndassss!!!!! Temos que agitar uma viagem mesmo amiga!!!
bjussss