segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Santuário Ecológico Vagafogo

Boa Tarde meninas !!!!

Devido a uma intensa dor de cabeça que não quer me largar de jeito nenhum, o post de hoje será um pouco breve (rs.........).

Primeiramente, como foram de final de semana ???

O meu foi extremamente agitado no Sábado e totalmente relax no Domingo.

A convite da minha madrinha, no Sábado fomos passar o dia em Pirinópolis, mais precisamente no Santuário Ecológico Vagafogo.

Primeira RPPN, Reserva Particular do Patrimônio Natural, do Estado de Goiás e uma das seis primeiras criadas no Brasil, a Fazenda Vagafogo, com 46 hectares, é formada por cerrado, cerradão e mata ciliar e é cortada pelo rio Vagafogo que dá o nome à reserva.


A Fazenda Vagafogo mescla preservação da natureza, educação ambiental, aproveitamento e beneficiamento de produtos de frutos do cerrado e produtos de agricultura orgânica, gastronomia, lazer, esporte de aventura, paz e qualidade de vida.


A nossa idéia era fazer uma trilha, curtir um pouco das cachoeiras e depois voltar para a sede da fazenda e aproveitar o brunch. Simmmmmmmm ... o BRUNCH !!!! hehehehehehehehe ...

Como boa menina, fui andando lentamente pela trilha e na hora da cachoeira deixei a diversão para os mais animados. Apesar de estar de biquini por baixo da roupa, não fiquei com vontade de me jogar na água.













Após algumas horinhas de passeio e muita fome ... hora da comida !!! E que comida !!! Meninas, tinha tanta coisa ... tanta coisa ... inicialmente quando olhei para a mesa, pensei : "Nossa, vamos passar fome" ... mas mal sabia eu que aquilo era apenas o começo !!!!!! Depois vieram os pratos quentes e depois os doces !!!!





Entre as opções tinha : pão integral, pão branco e pão de mel, uns 10 tipos de geléias (amora preta, goiaba, abacaxi com pimenta, cagaita, frutas vermelhas, framboesa e etc), pastinha de azeitonas pretas, pastinha de ricota, omelete, broa de milho, pão de queijo, biscoito de queijo, waffle, carne (espécie de carne assada), Chutneys, coalhada, salada de frutas, tortinha de banana con chantilly, suco de goiaba, suco de cagaita, leite, café, chocolate, chá e por aí vai ...

Quem morar em Brasília ou redondezas, fica aqui a dica de um passeio bem bacana !!!

Beijinhos e ótima semana para todas !!!

*Informações: http://www.vagafogo.com.br/capa

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Um baleiro


Quem se apaixonou por este baleiro levanta a mão !!!!! \0/

Sabia que vc pode fazer ele em casa ??? Sem praticamente trabalho nenhum ?????

Interessou ?? Dá um pulinho no blog Calma que estou com pressa que veja o passo a passo lá !!!!!

Fácil, prático e fofo demaisssssssssssssssss.


Beijinhos !!!!!!!!!!!




terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Roma - Parte 3 - Final

Bom dia meninas !!!

E com muitos dias de atrasos ... vamos ao final do meu roteiro de Roma (rs....).

O nosso dia começou bem cedinho, pois tínhamos muitas coisas que queríamos conhecer antes de pegarmos o trem para Florença.

A nossa primeira parada do dia foi na Basilica de Santa Maria in Cosmedin onde encontra-se a Bocca della Verità (das 9h às 16:50h). É obrigatório dar alguma contribuição.


Esta curiosa escultura, supostamente uma tampa de esgoto da época de Nero, é uma das atrações turística da cidade de Roma. Seu nome é devido à função de oráculo que lhe foi atribuída durante a Idade Média. O oráculo assumia também a função de juiz popular nos casos de suspeita de infidelidade conjugal: o suspeito deveria meter a mão dentro da boca da figura e esta poderia decepá-la em caso de culpa.

O “ruim” de lá é o funcionário que só deixa tirar uma foto por pessoa. Puxa ... eu tirei uma do marido, o marido tirou uma foto minha e quando fui pedir para ele tirar uma foto nossa, levamos um fora (rs.....).


Bem em frente a Basílica, encontramos a Piazza Santa Maria in Cosmedin onde vimos o Tempio di Ercole.



Continuando a andar pela Via dei Cerchi, um pouquinho mais a frente, nos deparamos com o Teatro Marcello. Construído na Roma Antiga, encontra-se parcialmente conservado. Erguido por vontade de Júlio César.


Subindo um pouco chegamos ao Campidoglio onde fica o Museu Capitólio, lá tem uma vista legal da cidade. A praça onde fica o Campidoglio (prefeitura), foi desenhada e construída por Michelangelo. A praça é cercada de palácios aos lados da Piazza, com 2 leões Egípcios na base da escada, também esculpidos por Michelangelo e uma estátua de bronze de Marco Aurélio no centro datada do século 2.



Localizados em lados opostos da Piazza del Campidoglio, os dois museus - Palazzo dei Conservatori - abrigam milhares de obras clássicas e renascentistas. Destaque para as estátuas de Marco Aurélio, Discóbolo e Gálata à Morte, no Palazzo Nuovo; a pintura de São João Batista e a escultura da loba que teria alimentado os gêmeos Rômulo e Remo que, segundo a lenda, teriam fundado Roma, no Palazzo dei Conservatori.

( O Museu do Capitólio encontra-se na Praça do Capitólio, a entrada aos visitantes está permitida de 3ª à Sábado, das 9 às 19; Domingo, das 9 às 13:45 ).



Depois de uma volta pelo Museu aonde só o marido entrou (eu preferi ficar sentada do lado de fora tirando fotos do Forum Romano e descansando as perninhas).











Ao lado do Campidoglio, está a Basílica de Santa Maria Aracoeli, construída no local onde, segundo a lenda, a Sibila Tiburtina profetizou a chegada de Cristo ao Imperador Augusto, pouco antes da morte dele. Augusto por isso dedicou ali um altar ao filho de Deus, o ara coeli, isto é, altar do céu.




Dalí contornamos o Campidoglio e nos encaminhamos para o Circo Massimo. Não restou muita coisa dele. Você vai ver um grande círculo oval e vazio com apenas alguns vestígios de construção antiga. Eventos de entretenimento aconteceram por aqui e dizem que morreram mais cristãos aqui do que no próprio Coliseu. Hoje os romanos usam este espaço para grandes shows e eventos. No dia em que fomos estava tendo uma exposição do exército romano.






De lá, marido bateu o pé querendo ir na Piazza dela Repubblica. A praça é muito bonita!! Rodeada por prédios imponentes (um deles é um hotel chique demais !!!). No centro, encontramos a Fonte das Naiades. Por baixo dos jorros de água, as quatro ninfas encontram-se amarradas a outros animais marinhos. No centro da fonte encontram-se a figura em mármore do mítico pescador Glauco em luta com um peixe.

 

Toda esta zona era antigamente um colossal complexo das TERMAS DE DIOCLECIANO.

Em frente a fonte, pudemos apreciar a Igreja de Santa Maria dos Anjos e dos Mártires. Em volta da Igreja, vimos um jardim enorme ... super bem cuidado ... e dentro dele o núcleo mais bem preservado das Thermas e onde encontramos o Museu Nacional Romano.






Após algumas horinhas passeando pelo jardim e uma paradinha estratégica para o almoço (com direito a uma delicioso tiramissú), fomos para a Pizza Del Popolo.

Já falei que um dia eu morro pela boca ??? rs.........


A Piazza del Popolo (Praça do Povo) é uma das praças mais conhecidas de Roma. Trata-se de um imenso espaço oval, presidido por um grande obelisco egípcio no centro. Esse obelisco, de 24 metros de altura, está dedicado a Ramses II e em 1589 foi levado do Circo Massimo (onde esteve desde o ano 10 a.C.) até a praça.

Nos dois lados da Piazza del Popolo, podemos encontrar as igrejas gêmeas da Santa Maria dei Marcoli e a igreja do Montesanto, além da igreja de Santa Maria del Popolo. Na zona norte da praça está "a porta do povo", que é a porta de entrada para a muralha de Roma. A praça atual, de estilo neoclássico, é um ponto de encontro freqüente para os romanos e conta com diversas cafeterias e lojas. Essa praça, que pode acolher até 30.000 pessoas, é um lugar ideal para a realização de concertos ao ar livre e eventos políticos.






Se vc subir a escadaria que fica no cantinho da praça, vc vai encontrar o Museu dedicado ao Leonardo Da Vinci e um parque lindo com uma vista perfeita da cidade. Infelizmente não tivemos tempo de entrar no museu.




Como já beirava as 4 horas da tarde, nosso destino foi pegar um táxi, voltar ao hotel, pegar as malas e rumar para a estação Termini, a estação central de Roma que nos leva para quase todos os lugares da Itália.

Nosso destino era Florença !!! Prometo em outro post falar dos trens. Como pegar, como pagar, os cuidados que temos que tomar e etc.




Mas antes de acabar ... vamos falar rapidinho sobre Trastevere. Eu prometi que falaria sobre este cantinho de Roma, mas acabei esquecendo ...

As águas do Tibre separam Trastevere do centro da capital italiana. Chega-se ao bairro pela ponte Sisto que, com seus quatro arcos, 108 metros de comprimento e 530 anos de história, é uma das mais belas obras arquitetônicas desta parte da cidade. A praça Trilussa, do outro lado da ponte, marca o começo de Trastevere. Suas ruas, feitas de pedra, são estreitas e sinuosas. Entretanto, possui também igrejas com o perfil do Vaticano. A Basílica Santa Maria in Trastevere, a mais importante delas, tem sobre seu altar um mosaico dourado criado, no século 13, pelo artista italiano Pietro Cavallini. A obra reúne, em estilo suntuoso, cenas da vida da Virgem Maria.



O bairro abriga espaços de arte fabulosos. A Galleria Corsini, por exemplo, possui obras de Caravaggio e Jacopo Bassano. Já a Villa Farnesina, uma construção do século 16, tem seu interior decorado por afrescos de Rafael Sanzio e discípulos. As salas do edifício oferecem uma deliciosa experiência sensorial de 360º com as pinturas feitas pelo gênio italiano. Entre as obras mais aclamadas da Farnesina está o "o Triunfo de Galatéia", criada por Rafael no começo do século 16, na qual a ninfa Galatéia, figura da mitologia grega, aparece cercada por cupidos e seres marinhos.




Localizada ao lado dos limites do bairro, a colina do Gianicolo tem um mirante de onde é possível ver grande parte da capital italiana. Uma estátua de Giuseppe Garibaldi e um monumento a soldados que lutaram pela unificação da Itália no século 19 estão ali ao lado.





*Créditos:

Wikipedia
Drieverywhere
Turomaquia
Viaje na Viagem