quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Opção de viagem - Monte Verde




Situada a 167 km de São Paulo, 420 km do Rio de Janeiro e a 484 km de Belo Horizonte, pela Rodovia Fernão Dias e com acesso pelo município de Camanducaia-MG, Monte Verde traz à vocês a felicidade de um verdadeiro paraíso ecológico.

Situada em altitudes que variam entre 1500 e 1600 metros, Monte Verde apresenta um clima frio e seco, característico de regiões montanhosas. No inverno, as temperaturas freqüentemente caem abaixo de zero, mas nesta região o frio é um atrativo. No verão a temperatura é mais amena, mas em compensação chove mais.



Hotéis e pousadas de todos os tipos, desde os mais simples aos mais sofisticados, oferecem todo conforto ao turista .

A colonização letã e alemã influenciou de maneira marcante o estilo das construções, bem como deixou marcas na culinária, no artesanato e nos costumes.

Lanchonetes, casas de chá e restaurantes capricham na preparação de seus cardápios. O Fondue é um dos pratos mais procurados, pois combina com o clima das montanha, comida mineira, alemã ... promovem uma infinidade de pratos e sabores

Nos fins de semana, feriados prolongados, sua temporada de verão, e principalmente no inverno, Monte Verde se transforma num dos locais mais charmosos do Brasil.

Monte Verde se tornou famosa por suas próprias qualidades. Próxima dos grandes centros de um país tropical como o Brasil, Monte Verde apresenta características tipicamente européias; reúne os mesmos atrativos da agitada Campos do Jordão, mas oferece a tranqüilidade de uma pequena cidade do interior.

Contudo, a vila ficou mais conhecida por proporcionar uma atmosfera charmosa e propícia ao romance, o que a transformou em um dos destinos mais procurados por namorados e casais em lua de mel.


Passeios e Trilhas

-> Passeios na vila

O ar puro das montanhas e a mata exuberante da região são um convite para a integração com a natureza. Procure deixar o carro estacionado e aproveite para caminhar (você não polui o ar, economiza gasolina e ainda por cima pratica uma atividade saudável!).

Comece conhecendo a Trilha do Pinheiro Velho, um picada que começa perto da avenida principal e leva até o aeroporto. Essa trilha pode ser percorrida em poucos minutos, mas vale a pena andar devagar e aproveitar o bonito visual ao longo do caminho, cuja vegetação nativa inclui árvores centenárias e o mais antigo pinheiro de Monte Verde, que tem mais de 500 anos!

O ponto de chegada natural para quem percorre a Trilha do Pinheiro Velho é o aeroporto (na verdade, apenas uma pequena pista de pouso com um hangar, mas que ostenta orgulhosamente uma placa com os dizeres: "AEROPORTO DE MONTE VERDE - O mais alto do Brasil - ALT. 1560 m").

-> Trilhas

Se você gosta de andar e curtir bonitas paisagens, e principalmente se for um adepto do ecoturismo, um passeio imperdível são as caminhadas até o topo da Serra da Mantiqueira, exatamente na divisa entre Minas Gerais e São Paulo. As trilhas abertas na mata levam aos picos mais altos da região, que podem ser avistados da própria vila: Chapéu do Bispo, Pedra Redonda e Pedra Partida. Quem chega lá em cima é recompensado com um belo visual: pode-se ver toda Monte Verde, Campos do Jordão e outras cidades do Vale do Paraíba. Estas trilhas são relativamente leves, podendo ser feitas até mesmo por crianças, e estão bem demarcadas, dispensando o acompanhamento de guias.

-> Rafting

É no Rio Jaquary, no km 13 entre Monte Verde e Camanducaia (entrada para o bairro do Quilombo), que começa uma divertida e emocionante aventura com o rafting. Você pode praticar este esporte com segurança na Monte Verde Adventure - Radix MV.

O rio Jaguary está entre os cinco melhores do Brasil para a prática do rafting, considerado de níveis 4 e 5. Primeiro você tem um treinamento com a equipe, se mune de remo, colete, capacete, roupa de preferência de neopreme e tênis e entre no bote.

Existem várias corredeiras e cachoeiras que podem chegar a 8 metros de altura. A equipe da Radix, com sede em Extrema, é bem treinada e já participou de campeonatos brasileiros, ficando entre os setes favoritos. Portanto, não tenha medo de encarar o rio e boa viagem. São quase 12 quilômetros de pura adrenalina dentro de um bote inflável. Entre em contato conosco: www.raftingradix.com.br Fones: (35)3438-2035 e 8825-0383 (Apoio Monte Verde) c/Suely (35) 3435-5801 c/Carlos Matriz em Extrema

Uma nova opção em Monte Verde para quem procura emoções fortes é o rafting, um esporte em que se desce as corredeiras de um rio a bordo de um bote inflável. O objetivo é vencer os obstáculos naturais do rio: as pedras e quedas d'água no caminho garantem um passeio cheio de adrenalina. O rafting é praticado no Rio Jaguari, considerado um dos melhores locais do Brasil para este esporte; o percurso de 7 km é vencido em cerca de 3 horas.

A melhor época para a prática do rafting é a estação das chuvas (de setembro a maio), quando o volume das águas é maior. Segundo a Radix, empresa especializada que oferece o passeio, a descida é totalmente segura, feita com guias experientes, equipamento de segurança e pessoal de apoio. Para praticar é preciso ter acima de 12 anos e, é claro, disposição para experiências emocionantes!


-> Cachoeira dos Pretos

Uma vez em Monte Verde, aproveite para conhecer outros destinos próximos. A apenas 31 km de distância, no município vizinho de Joanópolis, fica a Cachoeira dos Pretos, a maior queda d'água do estado de SP (um belo espetáculo visual com 154 m de altura).

O local conta com uma completa infra-estrutura turística: amplo pátio de estacionamento, lanchonete, banheiros, área de lazer, piscina natural, bicas para banho, etc.

Para chegar, saia de Monte Verde e, 10 km após o Portal, vire à esquerda (existe uma placa indicando a entrada). Depois, siga a sinalização.


-> Passeios de jipe

Além da Cachoeira dos Pretos, vale a pena visitar também a vizinha São Francisco Xavier e a cidade de Gonçalves, a 50 km (em ambas, as atrações são o turismo ecológico, cachoeiras e esportes aquáticos).

Para chegar a esses lugares, contudo, é essencial um veículo com tração nas 4 rodas para vencer os obstáculos das estradas de terra, além do acompanhamento de alguém que conheça a região. Para não correr o risco de se perder ou estragar seu automóvel pelos caminhos sem sinalização ou manutenção, você pode utilizar os serviços de guias especializados.

O Almir, da Rota Verde 4x4, faz passeios de jipe para todos os lugares acima. E ele garante que também sai mesmo naqueles dias chuvosos que parecem totalmente perdidos: "Com chuva e barro, o passeio fica mais radical ainda. É pura emoção!"

Outra pessoa que conhece bem todos os lugares é o Zeca, que há 18 anos faz passeios para as cachoeiras da região, pedras e trilhas de Monte Verde, além de oferecer um city-tour por todos os principais pontos da vila.

3 comentários:

Noiva Amanda disse...

Oi, Maitê!
Já ouvi falar q essa cidade é linda mesmo. Uma amiga minha passou o natal lá e amou. Estamos esperando uma oportunidade para irmos tb!

Bjs,

Amanda

Fer disse...

Oie Maitê,
è uma ótima idéia de lua de mel p quem vai casar no inverno, é uma cidade bem gostosa!!!!
bjusss

Nina disse...

Oi Maitê, vou passar a minha lua de mel lá. Recomendo a Estalagem mandeville, uma amiga passou a lua de mel lá, foi comemorar 01 ano de casada lá, e disse que é maravilhosa, principalmente aquela hidro gigante com vista para as montanhas.