quarta-feira, 9 de março de 2016

Dinant - Bélgica

Cumprindo a promessa de terminar de escrever sobre a viagem de Agosto de 2015... aqui estou eu para falar de mais uma cidade que me encantou na Bélgica.

Na verdade, Dinant me encantou antes mesmo de sairmos do Brasil. Não li quase nada em termos de referência sobre esta cidade, mas uma foto me chamou a atenção e a partir daquele momento me apaixonei de tal forma, que coloquei na cabeça de que iria parar lá algum dia.


Dinant, é um municípiozinho localizado a beira do Rio Meuse há 90 km de distância de Bruxelas e possui pouco mais de 13 mil habitantes.

O que me chamou a atenção na cidade???? A magnífica Igreja Notre-Dame Collégiale que fica praticamente encrustada em uma montanha, ao lado de edifícios coloridinhos lindos.




 Centro de informações turísticas - fica há alguns metros da estátua Charles de Gaulle do outro lado da calçada.

Não há muito o que se fazer em Dinant, por isto, um bate e volta a partir de Bruxelas é bem interessante.


Assim que vc chega a pequena estação de trem, é só caminhar para a sua direita e em poucos metros, já é possível avistar a ponte que nos leva até a Catedral.



A ponte que liga as duas partes da cidades recebeu o nome de Charles de Gaulle, que foi ferido em Dinant na Primeira Guerra Mundial. Bem na entrada da ponte, existe uma estátua em homenagem a ele.


Outra curiosidade, está ponte que é toda decorada com esculturas de saxofones gigantes homengeando o filho mais ilustre da cidade: Adolphe Sax, inventor do saxofone. Assim da ponte e andando para a esquerda,existe um museu totalmente dedicado a Adolphe Sax. Não chegamos a entrar por falta de tempo.





O ponto principal do passeio, começa pela Igreja, em estilo gótico do século 13 e que sobreviveu a vários acontecimentos históricos de Dinant: Em 1466 sofreu um saque, em 1554 sofreu com a passagem das tropas do Duque de Nevers e ainda por cima, foi cenário da Primeira Grande Guerra.

De 1919 até 1923, a Igreja foi reconstruída. Nesta época foi adicionado o campanário.

Possui uns dos maiores vitrais da Europa, representando a história da salvação de Cristo e um quadro do famoso pintor nascido em Dinant – Antoine Wiertz (1806-1865). 




 
Após a visita a Igreja (entrada pela lateral), nos dirigimos para a Citadella, construída em 1051 com o objetivo de proteger o Rio Meuser. Foi ampliada 1530 e reconstruída em 1800.

Há duas formas de chegar lá em cima, escada (408 degraus totalmente fora de cogitação por estarmos com criança e carrinho) ou por teleférico (que não funciona durante o inverno).




A visita a fortaleza é simplesmente incrível. Na parte do museu, vc sente a energia do lugar. Com um fundo musical simulando o ataque da primeira guerra, vc vai sendo conduzido a história e aos relatos dos momentos de horror que a cidade viveu.



A fortaleza além de possuir uma vista mais que perfeita da cidade, possui também uma cafeteria (em frente aos canhões), um restaurante, algumas réplicas de aviões e armas de guerra, um cemitério da Primeira Guerra e um parquinho infantil sensacional (onde ficamos por mais de 1 hora para a pequena se divertir um pouco).



Dinant hoje

Dinant na época da Primeira Guerra









Como chegar em Dinant leva quase duas horas (partindo de Bruxelas) e saímos tarde do nosso hotel, acabamos sem tempo para fazermos outros passeios pela cidade. Descendo da Citadella, demos uma rápida volta pela cidade, compramos um dos famosos biscoitos : couques de Dinant. Que são biscoitos a base de mel e divinamente esculpidos.




Caso vc tenha mais tempo para curtir Dinant, existem outros passeios interessantes que podem ser feitos e que pesquisei na época da viagem (e infelizmente não deu tempo para tudo).



1) Dinant é também o lar da famosa Abadia da cerveja Leffe. 

O mosteiro, à partir de uma doação de Conde de Namur (1152) tornou-se uma abadia em 1200. Ela sobreviveu há oito séculos e meio de história. Reconstruído nos séculos XVII e XVIII, foi saqueada pelos revolucionários em 1794, os edifícios atuais foram restaurados em 1931.

É possível visitar o local


Maison Leffe

Charreau des Capucins, 23
5500 Dinant
reservations@lamerveilleuse.be
http://www.leffe.com


Horário de Funcionamento:

Alta temporada: 11h – 19h (de Abril a Outubro)
Fechado às segundas-feiras
Baixa temporada: aberto de sexta a domingo  – 11h – 19h (de Novembro a Março)
Fechado: segunda-feira a quinta-feira

Preço:
Adultos - 7,00 €


O preço inclui a visita, uma degustação e um “presente”.
Crianças (maiores de 12 anos)  – gratuito se acompanhadas por um adulto



2) Do lado oposto da antiga Abbaye de Leffe é o museu da cervejaria, chamado Musée de la Leffe



3) Também é possível fazer um passeio de barco pelo Rio Meuse. A saída dos cruzeiros, ficam bem em frente a Igreja.


OBS:

-> horário de visitação da Igreja

Collégiale Notre-Dame de Dinant
www.doyennededinant.com

Horário de Funcionamento:
Todo o ano 9h-18h
Em julho e agosto, visitas guiadas gratuitas, todos os domingos, às 15h
Missas: sábado, às 18h e domingo às 11h e 18h
 


-> Horários de abertura da fortaleza (Citadelle)

De abril a setembro diariamente das 10:00-18:00;
De outubro até metade de novembro das 10:00-17:30;
Final de novembro até março das 10:00-16:30. -> Fecha as Sextas-feiras e o teleférico funciona somente nos finais de semana ou feriados escolares.



  

* Créditos:
 



 


Nenhum comentário: