sexta-feira, 23 de março de 2012

Florença - Parte 2

Nosso segundo dia em Florença foi reservado para passearmos pelas cidades no entorno. Como o dia estava mais que lindo e perfeito, embarcamos em uma excursão e fomos conhecer San Gimignano, Siena e as Vinículas de Chianti.

Falando um pouquinho de cada lugar que visitamos...

-> San Gimignano

San Gimignano é uma cidade pequena na região da Toscana e é província de Siena. Plantada no alto de um monte, ganhou notoriedade graças a sua localização na rota dos peregrinos que iam para Roma. Chegou a ter 72 torres, mas agora restam 14 apenas. Tornou independente dos vínculos feudais e prosperou até sua população ser surpreendida por uma peste devastadora. Apesar de quase ter sido extinta, a cidade hoje em dia é uma grande atração por ser tão rica em obras de arte e de arquitetura medieval ainda preservada.








Alguns pontos turísticos:

Piazza da Cisterna -> praça do poço , marca do centro da cidade antiga.

Piazza Del Duomo ->

• Collegiatta -> Igreja românica do século XII guarda muitos afrescos que retratam episódios do Velho Testamento, Cenas da Vida de Cristo e o Juízo Final.

• Palazzo del Popolo -> abriga o Museu Cívico, com afrescos no pátio que mostram os brasões de prefeitos da cidade, a Virgem e Menino (de Tadeo di Bartolo) e um grande afresco da Maestá (Lippo Memmi). O palácio, também serve de acesso à mais alta das torres medievais remanescentes. Suba até lá e dê uma olhada na cidade e seus arredores.

Além de ser uma cidadezinha histórica, fofa e adorável ... San Gimignano tem lojas de porcelanas em cada esquina e eu garanto que são lindas demais !!! Quase endoidei !!! Fiquei triste em não poder carregar quase nada, afinal, estávamos no meio da viagem e eu não poderia arriscar comprar muitas louças grandes e sair carregando por Veneza e Milão. Além das porcelanas, você também vai encontrar casas de massas artesanais, vinhos, azeites balsâmicos e ... o que foi considerado como o melhor sorvete do mundo em 2006/2007 e 2008/2009: Gelateria di Piazza. (http://www.gelateriadipiazza.com/)


Eu sou suspeita para falar. Amei a cidadezinha !!! Em todos os aspectos !! Foi diferente de todos os lugares em que já fui e confesso que reclamei muito quando o guia nos deixou sozinhos e marcou hora para irmos embora. Queria ter ficado mais tempo.







Azeitonas ...



-> Siena

É uma típica cidade da Toscana; vestígios medievais, uma muralha que outrora servia p/ proteger a cidade, uma imponente igreja com uma enorme cúpula (Duomo), e uma enorme praça que circunda o Palazzo Publico (antiga prefeitura).

E é nesta praça chamada Piazza Del Campo (onde fica o Palazzo Publico), que faz de Siena uma atração turística. Nessa praça, se realiza, duas vezes por ano o maior (em Junho e Agosto), mais importante e mais antigo evento medieval da Itália, o Palio de Siena.

Historicamente os diferentes “Quartieri” (bairros) da cidade se enfrentam num confronto a cavalo. Todos reunidos na Piazza Del Campo, montados a cavalo e defendendo sua bandeira.

Esse evento também é conhecido por ser muito perigoso, não só p/ quem participa, mas também para quem assiste, pois a praça não é tão grande assim, e os turistas disputam pau a pau os centímetros quadrados a praça com cavalos correndo a toda velocidade num chão de pedra.













Foto Google (vista da Praça principal)

Foto Google : Palio


Sugestão de roteiro:



1 -  Início do percurso na Basilica Cateriniana San Domenico; 
2 - Piazza e Palazzo Salimbeni;
3 - Piazza Tolomei;
4 - Loggia della Mercanzia;
5 - Piazza del Campo (Fonte Gaia, Palazzo Pubblico e Museo Civico);
6 - Palazzo Chigi-Saracini;
7 - Duomo (Cattedrale di Santa Maria Assunta);
8 - Museo Santa Maria della Scala






-> Vinícolas da Toscana

Chianti é com certeza o mais famoso de todos os vinhos italianos, e é produzido na região central da Itália, Toscana, pertinho de Florença e Siena.

Quando lembramos de Chiantis nos lembramos provavelmente das cantinas italianas e das garrafinhas bojudas que enfeitam os tetos das mesmas, afinal estes vinhos foram durante muitos anos engarrafados em garrafas mais bojudas e com o fundo envolvido por palha.

Os vinhedos de Chianti estão espalhados por toda a região, sendo que em 1932 foram definidas por lei sete zonas produtoras : Chianti Clássico, Colli Aretini, Colli Fiorentini, Colli Senesi, Colline Pisane, Montalbano e Rufina. Mesmo com a introdução das normas de DOC ( Denominazione di Origine Controlata) e DOCG (Denominazione di Origine Controlata e Garantita), estas subdivisões permaneceram inalteradas. A região de Chianti Clássico é a original.

Depois de percorrermos de ônibus alguns “campos de uvas”, paramos em uma vinícola onde conhecemos um pouco da atual produção do vinho com seus barris para a maturação e armazenamento. Após a uma longa aula chegamos a parte mais interessante : A degustação dos vinhos produzidos na propriedade, acompanhados de pães, queijos e salames toscanos, regados com Azeites Extra Virgens produzidos por eles. Serviram 6 tipos de vinho e confesso que no final eu não sabia nem mais qual era qual. Todos sem exceção deliciosos !!










2 comentários:

Helen Harris disse...

Nossa, fazia muito tempo que não passava por aqui...Adorei o post sobre Florença. Meu marido e eu iremos a Toscana em maio (ficaremos entre Florença e Siena) e estou adorando as dicas!
Beijinhos!

Sandrinha disse...

Bom dia Tetê!
Adoro vir aqui, e fazer parte dessa verdadeira viagem, q faço vendo suas fotos.
Lugares lindos e maravilhosos!
Acho q vou fazer uma viagem, em setembro com maridão.
Depois q acertamos td eu te conto.
Tenha uma semaninha repleta de paz e harmonia.
Beijinhos!!