terça-feira, 5 de novembro de 2013

Panamá - Parte 1

Eu confesso ...antes de viajar, meus conhecimentos sobre o Panamá se limitavam ao Canal construído pelo americanos que o administraram até 1999 e mais nada.

E pq escolhemos o Panamá então?? Simples ... saiu promoção pela Copa Airlines, como nosso destino era Orlando (lugar já conhecido) e o marido detesta viajar sem conhecer nenhum lugar novo, optamos não fazer uma escala rápida no país e sim uma paradinha estratégica. Por um lado, achei a ideia perfeita, afinal, apesar da biscoitinha estar acostumada a viajar de avião, o máximo de duração dos voos dela foi de 1:40h no trecho Brasília - Rio e vice e versa e pegar 7 horas de voo direto, poderia me deixar um tanto quanto tensa até o dia da viagem (rs.......). Por outro lado, ir ao Panamá, significava para mim,só visitar e conhecer o Canal, fazer compras e ponto (aliás, compras não era uma opção para nós, pois estávamos indo para os Estados Unidos). Então ...o que fazer na cidade por dois dias ????? Conforme fui pesquisando, vi tanta coisa legal que poderia ser feito que agradeci pelo marido ter decidido a paradinha e ter aumentado a paradinha de 2 para 4 dias. (rs........).

Nosso voo saiu de Brasília de madrugada (sim, escolhi este horário para que a biscoitinha pudesse ir dormindo) e com isto chegamos bem cedinho no Panamá. A primeira impressão do aeroporto foi: "como seria interessante ter algo assim no Brasil". É enorme !!! Muitas lojas por todos os cantos tentando vc a sair comprando (caso vc faça só uma rápida escala no Panamá, vale a pena comprar nas lojas do aeroporto, caso contrário, opte por comprar na cidade ...é mais barato ainda).

Como esta viagem foi a primeira internacional da biscoitinha, acabamos optando por um pouco mais de conforto. Se estivéssemos só eu e o marido, certamente pegaríamos um shuttle desses que encontramos no aeroporto ou algum táxi disponível, mas como estávamos com 3 malas, carrinho e bebêzinho ... contratamos um shuttle do Brasil (depois passo as informações).

Conforme o carro foi se aproximando da cidade, toda a imagem de país subdesenvolvido e pobre ... imagem errônea que eu tinha... foi sumindo ... prédios altos, bonitos e com arquitetura extravagante foram aparecendo,obras por todos os cantos (metrô chegando), carros e mais carros por todos os lados, ruas arborizadas ...



Chegamos no hotel e ganhamos o check in early e isto me deixou bem feliz. Para mim, o check in early é uma cortesia e tanto dos hotéis... principalmente quando se chega tão cedinho.Assim, pudemos subir, colocar as malas no lugar, dar um banhozinho da biscoitinha, trocar de roupa e começar a pensar no café da manhã. O hotel foi o Victoria hotel & suites Panamá e não me arrependo da escolha. Achei a localização excelente por conta dos vários restaurantes que tinham por perto, um Mc Donald`s 24 horas para emergências (rs....) e  "ao lado" de um Cassino para quem gosta de tentar a sorte. O hotel tem apenas dois anos de inauguração, possui instalações amplas, quartos enormes ( o que é maravilhoso para quem viaja com criança... fico me imaginando nos hotéis de Veneza mega apertadinhos com 3 malas e um carrinho de bebê) (rs........). A cobertura oferece uma piscina com vista panorâmica da cidade, sauna e academia. O café da manhã que não foi dos melhores da minha vida por não possuir grande variedade de alimentos, mas é gostoso.







Foto site do hotel




Por indicação da moça que nos transportou do aeroporto até o hotel, resolvemos tomar café da manhã no Manolo, um restaurante que ficava na esquina da rua do nosso hotel e em frente ao hotel cassino Veneto. Como pedida para um tradicional café panamenho ... panquecas com jamón (presunto). Junto com as panquecas, veio um potinho com Maple Syrup (xarope muito doce extraído de uma árvore, é muito tradicional no EUA e no Canadá) e manteiga. Para acompanhar, chocolate quente. O café da manhã foi bem gostoso, mas uma "pequena" coisinha me incomodou e merece atenção a quem vai ao Panamá (me refiro só ao Panamá pq não sei como funciona em outros países). Se hospedar em hotéis cassinos, geralmente é transitar por um saguão de hotel com várias atendentes do sexo (rs....). E estar em um restaurante que fica em frente a um hotel cassino de manhã cedinho é tomar café da manhã com algumas profissionais do sexo que também estarão tomando café. Ou seja, não acho o local mais adequado a frequentar principalmente com crianças naquele horário. Voltamos a noite e só vimos famílias e casais.



Como a noite tinha sido dentro de um avião, optamos por um passeio light: caminhar pela Cinta Costeira.

Para uma boa carioca, a melhor comparação seria com o Aterro do Flamengo (rs....). O local é uma gracinha ! Tem um calçadão enorme onde os panamenhos costumam caminhar, andar de bicicleta, patins... A cinta costeira possui alguns parques, espelhos d`água, estátuas, um visual muito bonito e no final da Cinta (dependendo da sua localização pode ser na ponta ou no início da cinta), vc encontra o Mercado de Peixe. Não tem nada de especial no mercado, mas para quem gosta de ver um pouco da vida local, ele é interessante.










Tirando o calor insuportável, o passeio foi bem bonito e já me fez ficar surpreendida pela cidade com seus altos espigões.

Do mercado de peixe, fomos para o Shopping (um dos tradicionais da cidade ... falarei sobre shoppings depois). Nosso fuso estava trocado e como tínhamos tomado café da manhã tarde, o almoço foi bem tarde.



Voltamos para o hotel, dormimos um pouquinho e lá fomos nós procurar um restaurante para comer. Como a fome e o cansaço era grande, optamos pelo mesmo Manolo do café da manhã. Marido escolheu logo a tradicional cerveja panamenha e a tradicional sopa do Panamá: Sancocho de pollo. Eu e biscoitinha, preferimos optar por uma massa (rs.......).

Do jantar fomos dormir ... o segundo dia iria começar bem cedo com o City Tour que contratamos.







Beijinhos !









3 comentários:

Carina Cavalieri Cocchiarelli disse...

Maitê

tenho muita vontade de conhecer o Panamá, tenho um amigo que mora lá.

Acho que um dia vou fazer como você, vou ao Panamá e depois para Orlando!

Beijos
Carina e Maria Carolina

Marta disse...

Tetê! Parece ter sido uma ótima viagem! Meu professor de espanhol é do Panamá!
Realmente viajar horas com criança é pesado! Miguel foi para Portugal, escolhemos o ovo noturno e foi terrível! Na volta foi bem melhor!!!
Adorei o quarto amplo! Agora nossas viagens tem outras prioridades,né? Rssssss
Beijos

Chris Ferreira disse...

OI MAitê, quando eu fui à Punta Cana eu até pensei em passar ns dias no Panamá, mas me disseram que não tinha nada. Eu também só conhecia ocanal. Agora fique com pena de não ter ficado uns dias por lá. Adorei o seu post.
beijos
Chris
Inventando com a Mamãe