quinta-feira, 2 de junho de 2016

Antuérpia - Day trip partindo de Bruxelas

E lá vamos nós para mais um post da viagem para a Bélgica de Agosto de 2015.


Vc deve estar se perguntando o porque de uma pessoa resolver sair de Bruxelas para conhecer a Antuérpia. Em algum passado remoto lembro de ter estudado sobre a Antuérpia e a sua importância para o mercado europeu, mas definitivamente nem me lembrava sobre estas aulas. Resolvemos ir para Antuérpia por algumas razões:

1) Ser pertinho de Bruxelas: em 50 minutos de trem estaríamos lá

2) A Estação de trem é considerada uma das mais belas do mundo

3) A cidade é considerada o centro mundial de diamantes (eu poderia ganhar um... quem sabe?? Rs...)

4) E por fim, Antuérpia possuiu um dos maiores portos da Europa.

Há quem diga que estas não são razões suficientes, mas resolvemos arriscar e gostamos do que vimos.

Os trens para Antuérpia saem de hora em hora da Estação Central de Bruxelas e a viagem demora cerca de 50 minutos nos trens lentos (fazem mais paradas) e cerca de 30 minutos nos trens mais rápidos.

O passeio começa assim que descemos do trem. A Estação Central da Antuérpia é simplesmente linda. Tão deslumbrante, que em 2014 foi eleita pela Mashable como a estação mais bonita do mundo.

Construída em 1905 e possui 4 andares. Uma pena que as fotos não conseguem mostrar a magnitude da sua beleza.





Atrás da Estação, ficam o Zoo, o bairro de Chinatown, o aquário da cidade e o museu do diamante.


Acabamos preferindo pular estas atrações e seguir em direção ao calçadão Meir pela Calle De Keyserlei. O calçadão Meir é a rua principal de compras da cidade. Lotada de lojas, restaurantes e chocolates belgas (rs....). Caso opte por não andar, é possível chegar ao centro histórico usando os bondes elétricos 2, 3, 5, 9, 15.






No caminho fomos passando por alguns pontos turísticos interessantes como o Royal Palace, local onde morou Napoleão e a  família real da Bélgica. No espaço, funciona uma loja de chocolates que é super famosa por lá: The Chocolate Line. Você pode entrar e degustar deliciosos chocolates ou pode ficar tão impressionado com a beleza da loja, imaginar os preços surreais lá dentro e ficar sem coragem de entrar (rs......).






The Chocolate Line
 Endereço: Paleis op de Meir 50, Antwerpen Belgium
Funcionamento: terça a sábado: 9.30 às 18:30, domingo a segunda de  10.30 às 18:30



 Seguindo pelo calçadão, pertinho da Chocolate Line, fica a casa de Rubens, o pintor mais famoso e ilustre da cidade e se não me engano da Bélgica.



Nesta hora, caso você esteja querendo fazer um lanchinho, me indicaram o melhor waffle da Antuérpia. Fica no Coffee Go. O waffle simples sem cobertura custava 2 euros (preço de agosto de 2015).


Chegando no final do calçadão Meir, encontramos o prédio da Bolsa de Valores. Uma construção muito bonita.
 

Caminhando mais um pouquinho, já na Shoenmarkt, chegamos ao antigo centro da cidade , o Groenplaats,  onde está a Catedral e vários restaurantes charmosinhos e logo atrás a Prefeitura.



A Catedral de Nossa Senhora (Onze Lieve Vrouwe Kathedraal) começou a ser construída em  1352 e na época era um dos prédios mais alto do mundo. Sua construção foi terminada em 1521 e sua segunda torre nunca foi finalizada. A ideia era que as duas torres tivessem o mesmo tamanho.







Catedral da Nossa Senhora
Endereço: Groenplaats 21, 2000 Antwerpen, Bélgica
Valor: €5
Horário de funcionamento: Segunda a sexta de 10.00 – 17.00, sábado de 10 às 15h e domingo de 13 às 16h

Pertinho da Catedral, fica a principal praça da cidade (Grote Markt) e onde se encontra a Prefeitura, construída em 1565. Uma pena que estavam construindo arquibancadas para algum evento na cidade e parte da beleza da prefeitura foi atrapalhada pela visão de ferros e mais ferros.






No meio da Praça pode ser vista uma fonte com a estátua de Brabo, um herói mítico símbolo da Antuérpia. De acordo com a lenda, Brabo livrou a Antuérpia de um gigante que cobrava dos navios que queriam entrar na cidade, e, por isso, simboliza a liberdade de ir e vir no rio Scheldt. (info: planeta europa).

Mas como pode ser visto nas fotos... arquibancadas no meio da fonte... quase imperceptível.



Continuamos a nossa caminhada em direção ao Het Steen , antiga fortaleza medieval, perto das margens do canal. Considerado o prédio mais velho da Antuérpia,é  um castelo de pedra e o único prédio a ter escapado a demolição durante a construção das docas no rio Scheldt, no século XIX.





A propriedade ao longo da história já foi uma prisão e hoje funciona como Museu Nacional Marítimo. 
 

O prédio possui algumas lendas interessantes.

Na frente do prédio, você vai ver a estátua  “Lange Wapper”, figura folclórica que diz a lenda, perseguia os bêbados da cidade.


E logo em cima da entrada do castelo, vc verá (com certa dificuldade), o “Semini”: Deus da juventude e fertilidade. Dizem que antigamente as mulheres raspavam pedras no pênis da estátua e faziam uma poção para engravidar, mas quando a inquisição espanhola veio para Antuérpia, eles cortaram o pênis fora.



De lá ainda tínhamos no roteiro, conhecermos a Igreja de St. Paul – Sint-Pauluskerk, mas como começou a chover muito, resolvemos caminhar pelas ruazinhas em direção a Estação de trem rumo a Bruxelas.







Outros pontos de interesse:

1) Museu das Belas Artes – Koninklijk Museum van Schone Kunsten. O museu foi uma das principais atrações da Exposição Mundial de 1894, que aconteceu na Antuérpia.
2) Bourla Schouwburg (Teatro de Bourla). O teatro foi construído durante a invasão holandesa da Antuérpia, embora os planos para a sua construção tenham começado durante a a invasão francesa.
3) Igreja de St. Paul – Sint-Pauluskerk

Nenhum comentário: