terça-feira, 2 de agosto de 2011

Paris - Parte 1

Bom dia meninas !!!!

Hoje vou começar a falar um pouquinho sobre Paris e apresentar algumas dicas (hehehehehehehehe).

A primeira dica de todas é : não vá com nenhuma expectativa sobre a cidade !!! A frustração pode ser gigante ... e foi exatamente isto que aconteceu comigo.

A segunda dica é: Se der, evite ir no verão ... é tudo cheio demais !!!!!

Nós chegamos em Paris pela manhã, por volta das 10 hs, no aeroporto de Orly. Como eu tinha a certeza de que desceríamos no aeroporto Charles de Gaulle, todo o meu planejamento de locomoção aero-cidade foi por água abaixo (depois disponibilizo as formas de se sair do aeroporto Charles de Gaulle). Depois de quase 1 hora esperando as malas ... nos dirigimos para a fila do táxi (que foi super rapidinha) e lá fomos nós conhecer a tão falada e esperada Paris.

Logo de cara, pegamos um engarrafamento monstro !!!!! E não há nada pior do que vc estar doida para conhecer um lugar e ter que ficar parado observando os carros ao lado. (rs......). Depois de um bom tempo ... chegamos ao hotel. Nada de paradinhas rápidas. A idéia era deixar as malas, trocar de roupas e rua (até pq eu já estava morrendo de fome). E assim fizemos ...

Nosso hotel ficava em Montparnasse. Pertinho do Quartier Latin e dos Jardins de Luxembourg. Porém como tínhamos comprado os ingressos para visitar a Torre Eiffel, resolvemos que começaríamos o reconhecimento da cidade pelos arredores da Torre.

Antes de viajar, li em váriossssss blogs roteiros de como se fazer Paris a pé ... e de início a nossa idéia era se basear nestas informações. Ledo engano !!!! Não se faz Paris somente a pé !!! É tudo longe demais !!! Saímos do hotel,munidos de mapa e celular.

OBS: O marido baixou um programinha para celular que calcula a sua rota pelos metrôs de Paris. Foi perfeito !!! Meninas, simplesmente existe uma Paris subterrânea em forma de linhas de metrô (rs.....). Caso o mapa seja a sua única fonte de consulta, preste muita atenção nas linhas interligadas, nas bandiações e etc. (este programa só funciona no sistema operacional Android).

Munidos do mapa, fomos andando pela Rue de Rennes (onde ficava o hotel) e tomamos a direção da Igreja de Saint-Sulpice. Esta Igreja pelo que andei vendo, não é um dos pontos turísticos mais tradicionais de Paris, porém é muito bonita e vale a visita. Na Praça de Saint Sulpice, estava tendo uma feira de artesanato, então aproveitamos para dar uma voltinha por lá.





Dali, continuamos a caminhar pela Rue de Rennes até chegarmos na Bd Saint Germain. Logo de cara, estava a Igreja Saint Germain des Pres. E lá fomos nós para visitar mais uma Igreja.




OBS: Bem neste cruzamento, se você olhar bem para os lados (Rue Bonaparte), vc verá a Citypharma. Uma farmácia maravilhosa com muitos produtos de belezas, promoções e preços incríveis. Mais prometo que falo dela mais tarde.

A Abadia de Saint-Germain-des-Prés foi um estabelecimento monástico medieval de grande importância, fundado no século VI junto a Paris. O grande remanescente da abadia é a igreja, a mais antiga da cidade ainda de pé, localizada no bairro parisiense de Saint-Germain-des-Prés.

Da Igreja, resolvemos ir passeando pela Bd. Saint Germain. Passamos por várias cafeterias charmosinhas até encontrarmos a Rue du Bac. Entramos nesta rua super apertadinha e demos de cara com o Louvre.



A nossa idéia inicial não era visitarmos ele, mas já que estava ali na nossa frente ... por que não tirarmos umas fotos ??? O detalhe, é que a esta hora, meus pés já estavam querendo não me responder mais (hehehehehehehehe). Então a nossa paradinha, demorou mais do que o esperado ... Aproveitei para relaxar colocando os pés na água. Pois é ... péssimo isto !!! Coisa de turista desesperado (kkkkkkkkkkk), mas como meio mundo estava fazendo isto ... não posso deixar de confessar de que a água geladinha foi essencial para aguentar o que estava por vir.





Depois desta “pequena” pausa ... fomos andando em direção ao Jardin des Tuileries (jardim das tulipas). Um lugar super calmo e bucólico ... tinham muitos franceses e turistas curtindo o jardim e aproveitando o sol do verão.






O Jardin des Tuileries termina (dependendo do seu ponto de vista) em frente a Pl de la Concorde que é a segunda maior praça da França. Infelizmente não consegui ver a beleza da praça e nem admirar a fonte toda folheada de ouro... Aquilo lá estava um tumulto gigante !!!!! Uma quantidade de carros, um engarrafamento ... em resumo: uma loucura. Tiramos foto com o famoso obelisco e continuamos a nossa caminhada em direção a Torre Eiffel.

Para curtirmos um pouquinho a tranquilidade de um lugar arborizado, nós pegamos a Cours Albert 1er. Caminhando por esta rua, pudemos apreciar o Grand Palais e o Palais de la Découverte (Palácio da Descoberta) com sua grande cúpula de vidro. Bem em frente a estes locais,vc verá a ponte mais linda de Paris : Ponte Alexandre III. Esta ponte faz parte do conjunto arquitetônico formado pelo Grand Palais e Petit Palais. Foi construída entre 1896 e 1900 e é decorada com querubim, ninfas e cavalos alados nas extremidades.




Atravessamos a ponte e continuamos andando ... passamos pela Esplanade des Invalides. Oficialmente conhecida como L'Hôtel des Invalides nacional (The Residence Nacional dos Inválidos), é um complexo de edifícios contendo museus e monumentos, todos relacionados para a história militar da França. Caso você se interesse por arquitetura, vale a visita.



Continuamos a andar (nesta hora eu já estava morta, por isto digo, NÃO FAÇA PARIS A PÉ !! A não ser que vc tenha preparo físico com um personal) (rs.....).

E enfim chegamos a Torre Eiffel !!! Como ainda tínhamos um tempinho antes do nosso horário de subida ... aproveitamos para tirar algumas fotos.

A Torre foi construída por Gustave Eiffel para a Exposição Universal de 1889, que comemorou o centenário da Revolução Francesa.

Edificada no tempo recorde de 2 anos, 2 meses e 5 dias, a Torre tem números impressionantes: 342 metros de altura, peso de 10.100 toneladas e 704 degraus até o segundo andar.



Apesar da fila, a nossa subida foi super rápida, pois compramos o ingresso com antecedência pela internet.

OBS: Para subir “sem fila”: (Caso vc vá no verão, pode ter certeza de que fila você irá pegar, porém, comprando o ingresso com antecedência, vc evita menos uma fila e fica com algumas horinhas de passeio sobrando).

Comprando os ingressos pelo site oficial da Torre Eiffel, evita-se a espera na fila e há um elevador exclusivo para aqueles que já possuem os ingressos.

Pela internet, não é possível adquirir o ingresso para subir de escada, apenas de elevador. Os preços para o acesso de elevador variam de acordo com o andar: € 8,20, para subir até o segundo andar e € 13,40, para o terceiro andar.

Eu parei no segundo andar ! Apesar de não parecer, tenho medo de altura e me apavoro até em andar no bondinho do Pão de Açúcar. Caso vc tenha o mesmo problema que eu... a visita ao segundo andar também é fantástica e pode-se fazer fotos incríveis.

Já as escadas só dão acesso até o segundo andar, sendo o preço do ticket o de € 4,70.

Continuando ...

O nosso ingresso era para uma subida às 20:30 hs, pois eu tinha lido em alguns blogs que o pôr do sol no verão começaria às 21 hs ... porém, se vc for no princípio de Julho como eu ... o pôr do sol, só começa lá pelas 22:30 hs.

Outra observação ... eu li em vários blogs, que não existia coisa mais romântica do que fazer um pic nic na Champ de Mars (aos pés da torre). Bem ... se você for no verão, este tipo de programa não é nem um pouco romântico. O gramado estava L-O-T-A-D-O e a multidão sentada por lá fazendo um pic nic, tornava qualquer ideia de romantismo em um programa de índio. Por isto, não indico ... É muito mais válido vc sentar em uma cafeteria gostosinha e aproveitar a noite.

Ficamos na Torre por mais ou menos 1 hora e então resolvemos que era hora de voltar para o hotel.






Fomos caminhando em direção aos Jardins du Trocadero. Dos balcões do Palais de Challot, você terá uma das vistas mais lindas da Torre.


Do Trocadero, pegamos o metrô e fomos em direção ao hotel ...




E é isto meninas !!!! Este foi o meu roteirinho de primeiro dia. Exaustivo !!!! Mas ... vivendo e aprendendo ... no dia seguinte ... só metrô !!!! E tudo se tornou bem mais agradável (rs.........).

Beijinhos


4 comentários:

Cynthia Barreto disse...

Pessoazinha Chique hein?! Kkkkk!!!

Sabe, minha filha tem o sonho de conhecer Paris, prometi que no aniversário dela de 15 anos levo ela lá!

Estou adorando as fotos!!

Beijos!

Claudia Mendes disse...

Mait~e tenho loucura por Paris e nunca foi, vendo suas explicações deu até vontade de estudar td sobre lá, programar, ver mapinhas e ir.
Quem sabe um dia....rsrsrs.
Me deixou curiosa para ver o restante da viagem.
Bjks!

Luciana Ramos disse...

Nossa, fiquei cansada por vc! rs Bom, ao contrário, Paris superou todas as minhas expectativas! Foi uma delícia... ficamos 10 dias lá e mais 5 passeando pelo no norte da França.
Acho que o grande problema é que as pessoas querem conhecer TUDO em muito pouco tempo, aí Paris ou qq lugar da Europa certamente não dará para fazer a pé... vai cansar! rs

Aconselho a voltar, Maitê! Só que com calma, sem pressa... caminhando, observando, fazendo picnics, se deliciando nos restaurantes, tomando vinho na margem do Sena, gastar horas nos museus de arte (pra que gosta). Enfim.... tentar vivenciar a cidade como os parisienses fazem e não como turistas. O encanto todo está exatamente aí =) Sempre quando eu viajo escolho apenas 1 país e no máximo 3 cidades para conhecer. Acho assim bem melhor...

Beijos!!!

Marta disse...

Tetê.. que viagem gostosa! Eu amo Paris.. acho lindo.. não me decepcionei em nada!!!
Mas as últimas vezes fui no inverno e era um frio de matar...rssss
Beijos