sábado, 10 de dezembro de 2011

Reflexões de uma sala de espera

Eu tinha tantos planos para este final de semana... Seria mais um daqueles dias em que temos vários convites e poucas horas para tentar cumprir ao máximo a nossa agenda cultural... Porém mais uma vez, a vida me mostrou que não adianta fazermos planos, planos e mais planos. Quando a vida quer, o destino é implacável. Nos dá aquela rasteira bem dada que depois de alguns dias, ainda estamos tentando descobrir a "placa do trator que nos atropelou". E é assim que me sinto neste momento.

São pouco mais de 20 horas de um Sábado. Belo para alguns, triste para outros e indiferente para mim.

Quarta-feira passada, logo pela manhã, enquanto eu me preparava para mais uma sessão tortura com os pedreiros, o meu telefone tocou e tive a terrível notícia de que a minha mãe seria internada as pressas.

Apesar de saber que ela não estava bem já tinham alguns dias, a situação se agravou um pouco e ficar em casa não seria mais uma alternativa.

E aí que o "problema" morar longe se torna mais forte.

Enquanto eu chorava, arrumava uma mala, tentava comprar uma passagem de avião e reservava o aluguel de um carro, liguei para o meu tio e pedi que ele estivesse ao lado da minha mãe e da minha avó enquanto eu não conseguia chegar.

O vôo de apenas 1:30 h se tornou o vôo mais longo da minha vida !!!! A cada minuto de atraso parece uma eternidade de sofrimento. Porém eu não sabia que aquela noite seria o caos transformado no mais puro desespero.

Já internada na UTI do Hospital, soube que as taxas da minha mãe estavam todas descompensadas e ela corria risco de vida. Fora tudo o sentimento de impotência que senti naquele momento, como eu iria explicar para a mãe dela (minha avó), uma senhora de 87 anos, que a filha dela naquele momento iria iniciar uma batalha pela vida ????? Foi terrível ... triste ... e talvez um pouco avassalador.

Se hoje estou aqui, é por que as notícias são boas... Graças a Deus, a minha mãe está se recuperando gradativamente. Hoje, os tubos de oxigênio e a sonda de alimentação foram retirados e o sedativo suspenso.

Sim ... é pouco para alguém que está ansiando ver a vida de volta como ela era. Mas esta é uma batalha vencida e me sinto parte integrante desta vitória.

Enquanto espero por mais uma horinha de visita controlada na UTI, me perco no meus pensamentos e escrevo um pouco no meu quase diário, que se tornou um blog.

Sei que muitas pessoas torcem por mim e outras comemoram a minha tristeza. Mas sinceramente ? Pouco importo. De vez enquando preciso me abrir nem que seja em um blog e apesar de quase não escrever sobre os "baixos" da minha vida, hoje senti esta necessidade.

Se Deus quiser, espero que a minha mãe se recupere muito bem e rápido para quem sabe, no próximo final de semana, eu já esteja aqui sorridente e cheia de boas novas para contar.

Bom Domingo para todos !!

Beijinhos

11 comentários:

Bibia Bueno disse...

Oi, linda. Bem, eu sou das que torcem por você e pela breve recuperação da sua mamãe.

Olha, você não quer me mandar um e-mail? Conte-me o que está acontecendo com ela, desabafe.

Eu sei bem como é essa sala de espera e como se tornam longos os minutos. Sua história certamente terá um final diferente da minha, mas estamos todas no mesmo barco: da angustia.

Sabe, a minha avó não saiu da UTI da forma como eu esperava, não voltou pra casa, partiu no dia seguinte do médico dizer que ela estava em seu melhor dia. Porém, eu te garanto, vi pessoas desenganadas sairem de lá.

Qualquer coisa que voc~e precisar, chame, ok??? Eu estou meio sumida, as coisas ainda estão se ajeitando, por aqui não posso mais mudar nada. Mas por você, se eu puder fazer algo, eu faço.

Sei que só nos ocnhecemos por aqui, mas quando eu estava passando por esse momento era muito bom ter com quem conversar quando queria desabafar.

Um super beijo!
Tenho fé por vocês!

Bia
bibiabueno@gmail.com

Carol disse...

Eu acho tão cruel quem comemore as desgraças dos outros... ainda mais as suas! Vc é uma das pessoas mais doces que já conheci na vida!
Graças a Deus sua mãezinha já está se recuperando, Tê!
Estamos rezando por ela, viu?
Beijos e fica tranquilinha, pq daqui a pouco vc estará prontinha para enlouquecer com os pedreiros do seu prédio!

Waleska disse...

Tetê, daqui a pouquinho sua mãe estará toda serelepe por ai! :)
Qqr coisa pode falar, tá?

Taise Pottier disse...

Oi Maite!!gostaria de estar ai pra lhe dar um abraço e dizer que tudo vai ficar bem e que sua mae vai voltar pra casa logo, estaremos orando por ela daqui. ok!!bjs
Fiquem com Deus

Danee disse...

Já passei muitas horas em salas de espera esperando notícias da minha mãe. Sinceramente torço para a recuperação plena da sua mãe e sei como estar no seu lugar é desesperador, mas tudo isso passa e depois vocês vão comemorar essa vitória.
beijocas

Patrício e Vívian disse...

Oi Maitê! Desejo que Deus ampare vocês nesse momento e que permita que sua mãe se recupere bem e rápido!
Entendo perfeitamente a sua dor, passei por isso recentemente com meu avô e minha história infelizmene não teve o final feliz, mas estarei torcendo para que a sua seja totalmente diferente!!!
Fica com Deus!!!!
Beijossssss

Sandrinha disse...

Oi Amiga querida!
Não perca a sua fé.
Seja forte em todos os momentos. Principalmente nos mais difíceis.
Pois só assim conseguirás conhecer a sua própria força, só assim trabalharás para o seu próprio crescimento.
É preciso saber esperar! Com paciência! Com fé no coração!
Com a certeza. De que vc vai passar e vencer, mais essa provação.
Pois somos filhos do criador.
E um Pai jamais abandona seus filhos!

Melhorás p/ sua mãe.
Conta comigo sempre tá!

Mil beijinhos!!

Vanessa disse...

Maitê, estamos do seu lado sim! Que Deus ilumine sua Mãe! Torcemos e rezamos pela saúde dela, viu?

Beijos e força nessa hora!

Karla disse...

Eu te entendo perfeitamente Tetê e mãe é mãe. Confie em Deus que td vá correr bem e sua mãe logo vai voltar pra casa. Não se sinta sozinha, mesmo eu não te conhecendo pessoalmente, não sendo tão intima VC PODE CONTAR COMIGO SEMPRE! Me grita que eu vou é só vc me chamar.

Um forte abraço e mande um beijo a sua mãe e fé amiga.

Beijos

Than disse...

Tete q sua mamae se recupere bem e LOGO....

Bjos

Marta disse...

Tetê.. espero que sua mãe fique boa logo e que possam estar juntas em breve... curtindo bons momentos!
Qualquer coisa, pode contar!
Beijos