segunda-feira, 10 de março de 2014

Foz do Iguaçú - Parte 1


Sumi … eu sei … mas a causa foi nobre. Férias.

O destino escolhido desta vez foi Foz do Iguaçu. Por termos apenas uma semaninha de descanso optamos por um lugar “mais perto”. Marido já tinha ido a Foz uma vez e como nem eu e nem a biscoitinha tínhamos passado por estes lados, fizemos um roteirinho básico, contratamos os passeios e fomos curtir as terras paraenses, argentinas e paraguaias (rs...).

Em primeira hipótese, cogitei alugar um carro, levar o gps e curtir a cidade por vontade própria. Mas sabe quando vc está cansado e quer sombra e água fresca ? E que de repente ficar perdido em uma cidade estranha ou preso em um engarrafamento, não é uma boa opção? Então, depois de dar uma pesquisada e cotar com algumas agências, acabamos fechando com a Loumar. Empresa que pelo que entendi é a maior no local. Gostei muito do atendimento deles. Vans e ônibus novos, super pontuais, guias simpáticos e super atenciosos no quesito cuidado com a biscoitinha.

O hotel foi uma escolha MUITO difícil, mas prometo comentar todos os detalhes desta escolha em outro post.

Nosso primeiro dia, foi focado no Parque das Aves e nas Cataratas do Iguaçu lado brasileiro. Geralmente as pessoas fazem estes dois passeios em um só dia pelo simples fato de que o parque das aves fica a 150 metros da entrada do parque das cataratas.

Eu confesso que fui ao Parque das Aves sem a menor expectativa. Realmente eu não sabia o que esperar. Não entrei na internet, não peguei dicas e nem o marido me falou nada (da vez que ele foi com os pais, eles não visitaram este parque).

Amei, amei e amei !!!!

Uma estrutura fantástica. É o parque de maior concentração de aves da América Latina.


O parque conta com uma trilha (em uma grande maioria) calçada, no meio da mata e possui mais de 900 aves e vários répteis (que não me agradam nem um pouco) (rs...) .





As melhores partes do parque são nos viveiros em que podemos entrar !! Legal demais ver os tucanos, as araras, as borboletas ... tudo de tão pertinho !!! No primeiro viveiro que entramos um senhor muito simpático que era funcionário do parque, nos deu algumas dicas com os tucanos e nos apresentou um super calminho e que poderíamos passar a mão. 
Então, aqui vai o aviso 1 : Não saia passando a mão e qualquer tucano, eles não estão acostumados. Não chegue seu rosto muito perto, pq eles podem se assustar e acabar machucando vc com o bico. Se quiser muito passar a mal no bichinho, fale com este senhor (não me lembro o nome, mas ele fica direto neste viveiro para tirar as dúvidas dos visitantes).

De acordo com o guia da Loumar, o passeio pelo parque dura em média 40 minutos (são cerca de 1400 metros de trilha). Nós fizemos em pouco mais de 1:30h. A biscoitinha foi parando, andando, olhando, correndo, comendo biscoito maisena ... fascinada com alguns bichos, horrorizada com outros ... enfim ... E eu ali , com a máquina na mão tentando pegar todos os detalhes (missão quase impossível).










O ponto negativo do passeio é a saída. Mesmo sendo só 150 metros de distância entre um parque e outro, o caminho não é um dos melhores e vc precisa ir caminhando praticamente pelo meio da estrada, o que torna o passeio meio perigoso. Como fomos em um época bem mais tranquila, não tive problemas. Mas imagino que agora no Carnaval, a situação tenha ficado mais tensa pois são centenas de carros, vans, táxis e ônibus transitando de um lado para o outro.

Para maiores informações do Parque das Aves : http://www.parquedasaves.com.br

Do parque, a nossa próxima parada foi o parque das Cataratas.


Assim que se compra o ingresso, vc é encaminhado para um ônibus do parque . Estes ônibus podem ser double deck (dois andares) ou articulados. Os ônibus saem a cada 15 minutos e fazem 5 paradas dentro do parque. Antes de cada parada há uma breve explicação sobre as atrações de cada local (em inglês e espanhol).


A primeira “parada” é a Estação Centro de Visitantes, onde compramos os ingressos. Lá você vai encontrar caixas eletrônicos, lojinha de souvenirs , banheiros, fraldário, local para a compra dos ingressos das atrações extras disponíveis e o acesso aos ônibus do parque.

A segunda parada é a Estação do Poço Preto. Totalmente não indicada para fazer com crianças muito pequenas. Se não me engano são 9 km em chão de terra, perfeito para uma caminhada ou um passeio de bicicleta. Por esta trilha vc ainda pode fazer o passeio para a Ilha da Taquara de caiaque) ou então fazer a trilha das bananeiras que corta a mata. Todos estes passeios não estão incluídos no ingresso e devem ser pagos a parte.

A terceira parada é a parada do Macuco Safari. Eu queria MUITO ter feito !!! Mas não rolou por conta da biscoitinha. Fiquei receosa de deixa-la sozinha com o marido por muito tempo em um ambiente “estranho”. Ela poderia ficar enjoadinha, querer ir embora e eu ali me divertindo. Deixei para um dia quando ela estiver mais velhinha. O macuco safari é perfeito para quem adora uma emoção (rs......). Você faz uma trilha pelo meio da mata e depois entra em um bote inflável chegando bem pertinhooooooo das quedas. São quase 2 horas de passeio e o ingresso também não está incluso no preço do ingresso simples.

Em frente ao Macuco Safari, vc vai encontrar o passeio pela Trilha das Bananeiras. São 1,6 km de caminhada  mais o passeio de barco para a Ilha da Taquara. 

A quarta parada é (enfim) a trilha para as Cataratas. Nossa, é linda demais !!!! Um pequeno perrengue para quem está com carrinho e bebê. É muito sobe e desce e uma boa escadaria. Mas o visual final é tão lindo ... que é recompensador.




Tomem cuidado com os quatis. Eles de fofinhos e bonitinhos não tem nada. Antes de descermos do ônibus é praticamente implorado para que as pessoas não deem comida para os quatis e nem tentem fazer carinho, pois eles não são animais domésticos e podem morder e transmitir a RAIVA.

Infelizmente as pessoas não obedecem as regras e em alguns trechos do passeio foi bem complicado passar no meio de tantos quatis com a biscoitinha. Em uma das paradas, o quati simplesmente atacou a bolsa da pobre da minha filha atrás do biscoito que estava guardado lá dentro, o “bichinho” chegou a rasgar uma sacolinha com lembrancinhas que tinha comprado no Parque das Aves. Eu não sabia se gritava, se chutava o quati ... segundos de pânico ... morrendo de medo do quati subir na minha filha. 


Para o marido conseguir passar com a biscoitinha por este local, tive que sair gritando (literalmente), Excuse me !!! I have a baby !!! E as pessoas ali ... sentadas tirando fotos e comida. Nesta hora eu já tinha passado e as pessoas estavam saindo do caminho.

Por fim, a última parada é a Estação Porto Canoas. Para as mães que não querem fazer a trilha, para as pessoas com deficientes ou dificuldade de locomoção, esta é a melhor parada para visitar as Cataratas. Neste local vc encontra uma pracinha boa para as crianças brincarem, o restaurante Porto Canoas que fica de frente para as Cataratas, lojinhas, banheiros e algumas outras opções de locais para lanches.


Eu me encantei com as Cataratas. Lindo demais !!!!!!!  Nosso passeio começou por volta das 9 horas da manhã e terminou às 14:30h. Chegamos mortos no hotel, mas valeu muito a pena e faria tudo novamente.





Informações:

-> Parque das Aves

Funciona de Segunda a Segunda (inclusive feriados) das 8:30 às 17 horas. 

Me aconselharam ir na parte da manhã pois as aves estão menos estressadas (nos dias de maior movimento). Porém o taxista que nos levou do aeroporto para o hotel, nos aconselhou ir somente da parte da tarde, por conta do calor. O parque das aves fica em um local bem arborizado e com muita sombra, diferente das Cataratas. Então ele aconselhou irmos de manhã cedo nas Cataratas e a tarde, com o sol mais forte, ir no Parque das Aves.  Como pegamos um dia com temperaturas mais amenas e toleráveis, fomos primeiro no parque das aves. 

Ingresso:

Estrangeiro: 28 reais
Brasileiros: 20 reais
Moradores de Foz: 5 reais

-> Parque das Cataratas

Funciona  diariamente (inclusive Domingos e feriados) das 9:00 às 17:00 horas.
Possui estacionamento pago. 17 reais a diária. (deve ser pago na bilheteria do parque junto com a compra do seu ingresso).

Valor do ingresso: varia. Para brasileiros é um preço, para nacionalidades do mercosul outro preço e por aí vai. Maiores informações aqui: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/portal/paginas/72-valores-dos-ingressos.aspx

Use roupas e sapatos confortáveis.
A garrafinha de água:  3 reais.

5 comentários:

Em Nome dos Pais de Múltiplos disse...

Meoooo! VC tá brincando que os tucanos ficam assm soltos! Que coisa mais linda a filha de vcs! Essa alegria não tem preço... E que lugar mágico!! Minha esposa conhece aí (eu não :/) e ela amou! bjs

Regiane disse...

Ola,

manda as dicas de hotel. Quero ir para la no começo de abril, num pedacinho das férias...

Beijocas

Marta disse...

Tete, deve ter sido ótimo! A cara da Giulia está demais!!!
Mas subir aquelas escadas todos com carrinho e baby, vcs são corajosos!! rssssss
Beijos

AGUEDA PRADA disse...

Foz é muito bom né ;)
eu fui em 2012 com meu marido
só não fiz esse passeio no parque das aves, pensei que não seria interessante mais vejo que é muito legal.

As cataratas deixam a gente de boca aberta né, é um luxo, dá uma sensação muito boa.

Nós fizemos o passei do MACUCO pode ir que vc não se arrepende é muita adrenalina ;)

Bjaooo

Mayra disse...

Adorei o post, já tinha vontade de ir em Foz!!