segunda-feira, 24 de março de 2014

Foz do Iguaçu - Parte 3



Na parte 3 de Foz do Iguaçu, juntarei dois dias passeios que foram bem tranquilos.

 Poderíamos ter juntado mais passeios em um dia, mas como queríamos aproveitar bem o hotel e não queríamos deixar a biscoitinha exausta, dividimos os passeios de forma bem espaçosa de forma que pudéssemos chegar cedo, relaxar e aproveitar as atividades do hotel para a pequena brincar com as outras crianças.

Em um dia fomos para só Ciudad Del Este (para quem quiser, pode juntar este passeio com a visita a Itaipú por exemplo).

Logo no dia que chegamos a Foz, um dos guias soltou a seguinte frase: “Ciudad Del Este: Amo ou odeie”. Nesta hora já fiquei com a pulguinha atrás da orelha e ao voltar do passeio, constatei que odiei o lugar. Rsssss....

Não, eu não esperava um lugar bonito. Esperava uma mega muvuca, com gente de todos os lados e um mundo de brasileiros desesperados comprando tudo que se via pela frente. Ledo engano. Não foi nada assim.

A van nos deixou em frente ao shopping Del Este bem ao lado da entrada da cidade e ali seria nosso ponto de encontro e onde ficaria um dos guias para nos ajudar caso fosse necessário. Saímos para o passeio com as seguintes recomendações:

1) Ficar dentro dos shoppings.
2) Não comprar nas barraquinhas. Produtos falsificados e grande chance de clonagem de cartão e recebimento de notas falsas.
3) Tomar cuidado com carteiras no bolso de trás das calças (para homens) e cuidar das bolsas (mulheres).
4) Não se afastar muito a rua principal.

 Demos uma voltinha básica no shopping e confesso que tomei um leve sustinho com os preços, afinal, sempre ouvi dizer que no Paraguai tudo era muito mais barato.

Dando chance a cidade, nos dirigimos a outro shopping do outro lado da rua e foi aí que comecei a ficar apavorada. 

Não,  a cidade não estava cheia e em nenhum momento senti medo de ser assaltada ou coisa do gênero ... mas a cidade estava suja, feia e com dezenas de vendedores ambulantes que ficam ao seu redor querendo vender de tudo ... bem no estilo :

“um meia 5 dólares ... não quer ? duas por 5 .... 3 por 5... 4 por 5 .....”.

Um dos vendedores chegou ao total de 14 meias por 5 dólares.

Um verdadeiro inferno que me tirou do sério ... a ponto de no final do passeio eu estar quase gritando no meio da rua (agarrada a Giulia): No gracias !!!!!!! Déjame en paz ¡!! (rs…..).





O primeiro shopping que visitamos foi o shopping onde se encontra a Sax. A loja é linda!! São vários andares com roupas, sapatos, vestidos de noiva Pronovias (bem queridinho aqui no Brasil), marcas famosas, Ferrari Store e etc ...




Não espere encontrar nada com preço em conta. Principalmente se você já viajou para os Estados Unidos ... o Paraguai é a decepção.

Da Sax, entramos em outro shopping e segui alguns brasileiros que estavam entrando em uma loja multimarcas e com um mundo de coisas. Realmente a loja era melhorzinha ... acabei comprando uns cremes da Victoria Secrets por 8 dólares cada para dar de presente para a galerinha que ficou em casa. (nos eua é mais barato? Lógico. Não há comparação. Mas como não vou aos EUA agora, pagar 8 dólares é bem mais em conta do que o preço no Duty Free). Comprei meu perfume 212 VIP (100 ml) por 30 dólares e pilhas recarregáveis para os brinquedos da biscoitinha. (como falei, loja multimarcas e multi coisas).

E dali fomos entrando em alguns outros shoppings, galerias... e eu continuei achando os preços absurdos. Eu não estava focada em comprar nenhum eletrônico para mim. Fui olhar os preços pois um amigo pediu um notebook e dependendo do preço compraria para ele. Particularmente, pela diferença (em torno de 300 a 400 reais), eu achei muito mais válido comprar o notebook no Brasil, com garantia e parcelado. (rs.......).

Não vi nada que chamasse muito atenção pelo preço. Achei válido pelos perfumes e acabei comprando um que a minha avó ama, de presente de aniversário para ela. 

Nossa última parada foi a Monalisa. Loja mais que tradicional na Ciudad (você verá inúmeros outdoors da Monalisa por Foz do Iguaçu).

 
A loja é excelente. São vários andares com cosméticos, perfumes, roupas adultos, infantis (Gap, Carter`s, Tommy ...), victoria secrets (que estava mais cara do que na lojinha multimarcas que comprei), sapatos, artigos esportivos, um bistrô bem charmoso e no último andar doce de leite argentino, chocolates e alguns itens para culinária.

As minhas considerações sobre a Monalisa. Eu não consigo pagar 60 dólares em uma blusa Tommy , enquanto paguei 20 nos Estados Unidos. Não consigo comprar uma roupinha da Carter`s por 30 dólares enquanto paguei 7 nos Estados Unidos ... e por aí vai. Resumi bem ?? rs........

Querem saber o que compensa ??? Chocolate. Comprei mais barato do que no Duty Frre de Puerto Iguazú (que falarei daqui a pouco). Acabei comprando alguns chocolates com whisky, kit kat, Lindt e alguns potes de doce de leite Havanna (só encontrei por lá). Comprei bastante coisa e gastei apenas 32 dólares. Super compensou.
Biscoitinha escolhendo chocolates (rs....)

Fora isto ... compramos bobeirinhas: helicóptero com controle remoto para o marido brincar, uma girafinha do tipo João Bobo, uma bermuda, um presentinho para a Pretinha que ficou em Brasília, um pen drive 32 giga e só.

Quando voltamos para o Shopping esperar a van da volta ... notamos que quase todas as pessoas estavam com as mãos bem vazias e reclamando do preço. Não sei se o motivo é o dólar alto ... mas fiquei contente em saber que todos tiveram a mesma opinião que eu. Não compensa.
Vamos as considerações finais:

1) Vi um monte de pessoas atravessando a ponte da amizade a pé tranquilamente.
2) Fiscalização zero. Nos colocaram medo dizendo que a polícia federal podia nos parar, multar e etc ... Não vi um carrinho sequer sendo parado.
3) A minha opinião: não compensa comprar por lá. Uma coisa ou outra, como foi o caso dos perfumes, até valeu ... de resto ...
4) Os ambulantes são insuportáveis !!! Chatos demais !!! Não desistem até vc comprar ou ter um ataque (eu).
5) O lugar é feio ... muito feio.
6) Como sempre ouvi dizer que o lugar era cheio demais, não levei o carrinho da biscoitinha. Passei o dia carregando ela. Não tive coragem de colocá-la no chão. Como fomos em baixa temporada, dava para ter levado o carrinho tranquilamente. Em época de alta temporada, creio que realmente não dê para levar o carrinho .... as ruas são estreitas, vc passa entre as lojas e as barracas ... deve ser impraticável.

Saímos do hotel às 9 horas da manhã e saímos da Ciudad Del Este às 14 horas. Deu para fazer tudo tranquilamente e sem a menor pressa (com direito a uma paradinha no Mc Donald`s para comer um lanche).

O nosso último dia em Foz foi livre. Programamos assim. Acordar tarde, tomar café tarde, curtir o hotel e relaxar ... porém ... o hotel oferece aos seus hóspedes, gratuitamente, uma van exclusiva para o Duty Free de Puerto Iguazú. E como passeio eu não nego, principalmente se for 0800 ... lá fomos nós. O passeio é curtinho ... Saímos às 17 horas e a volta programada para às 19:30 h (saída do Duty).

Novamente ... esperava mais. Todo mundo falava deste Duty Free e fui com AQUELA expectativa. O lugar nem é tão grande assim e os preços nem tão interessantes assim. Ok. Dentro dele tinha uma loja da Disney com um mundo de brinquedos. Alguns que vc não encontra no Brasil. Os preços ?? Melhores que no Brasil. Se eu não tivesse comprado tanto brinquedo na última viagem ... talvez comprasse alguma coisa ... Provavelmente os brinquedos mais diferentes e os legos disney que apesar de caros, estavam bem mais baratos que nas lojas aqui de Brasília.

A loja de bebidas e chocolates ... bem ... como falei acima, comprei mais barato na Monalisa. Porém no Duty, vc encontra algumas marcas diferentes e mais opções. Acabamos comprando duas caixas grandes de alfajor Pata Negra (para mim os melhores). Cada caixa 16 dólares. Levando 2, ganhava a terceira. Compramos também alguns vinhos que estavam com o preço mais em conta. Nada tão barato assim ... mas alguns títulos eram diferentes e com bom preço (em torno de 18 a 25 dólares). E é claro ... M& M`s ... sabor Pretzel  que é um sabor que não encontramos aqui no Brasil. 15 dólares o saco de 500g.

A loja de roupas, achei tudo absurdamente caro. E a de eletrônicos ... vixe ... esta olhei e passei longe.  Perfumes valem a pena ? Alguns achei com preço interessante (novamente... mais em conta que no Brasil), mas nada encheu meus olhos.

Vale a visita ??? Vale. Cada loja é decorada de forma diferente. Os mezaninos são decorados com pontos turísticos super famosos do mundo e ainda pudemos assistir a um show de acrobacias e bonecos pulando o Carnaval.




O rapaz da van, pediu para entrarmos cedo na fila do caixa, pois a fila ficava gigante. Não pegamos fila gigante nenhuma. Pelo contrário, tinham 5 pessoas na nossa frente e o rapaz que estava monitorando a fila, ainda me deu prioridade por conta da biscoitinha no colo. (mas lembre-se ... fomos em baixa temporada. Na semana anterior ao Carnaval).

Vi muita gente saindo de mãos vazias. Muita mesmo !!!! Na nossa van, tinham 4 casais (contando comigo e com o marido) e duas senhoras. Dois casais estavam com 2 ou 3 sacolas na mão (nosso caso por conta das 3 garrafas de vinho e alfajor), o resto ... com uma bolsinha pequena ou com nenhuma bolsa.

Caso você queira ir ao Duty, não esqueça do documento ! Para brasileiros: passaporte ou identidade.




4 comentários:

Marta disse...

Adore os detalhes! E a lindona escolhendo chocolate? Demais!
Beijos

AGUEDA PRADA disse...

Essa do Paraguai vocês levaram muitaaaaaaaaaaaaaa sorte, eu moro a 280 km de Foz então a gente vai muito pro Paraguai, e é um inferno sempre, os camelo é o pior.
Essa alta do dolar tá matando mais quando o dolar tá bom e dependendo do que vai comprar compensa muito.

Fui também no duty free lá é uma maravilha né comparado ao paraguai mais os preços também as vezes assustam mais por um passeio vale a pena sim, o legal é entrar para a Argentina e tem uma tal de feirinha lá é ótimo para chocolates, alfajor, queijos, vinhos, azeitonas, cervejas.
bjaoooo

Em Nome dos Pais de Múltiplos disse...

Jura para mim que vocês vão passar pela Ferrari Store de novo! Jura! Diz que sim, sim, simmmmm! hehehe Deixem Brasília de novo para ir lá de novo por mim rs Bjs

Mariana Rodrigues disse...

Oi Maitê. Adorei seu blog! E sua filha é uma linda!
Vim parar aqui por acaso, mas como nada é por acaso (rsrs), deu muito certo. Vou para Foz mês que vem (e li todos os posts sobre, muito úteis. Obrigada) e para Orlando em breve (mais posts úteis..)

Adorei tudo!
Beijos