quinta-feira, 22 de julho de 2010

The Invitation by Oriah

Bom dia meninas !!!!

Ontem li este texto no Blog Manga com Pimenta, achei lindo e resolvi dividir com vocês.

Espero que gostem !!!!


The Invitation by Oriah



“Não me importa o que você faz para sobreviver. Quero conhecer a sua dor e se você ousa sonhar para ir de encontro ao que seu coração anseia.


Não me interessa saber a sua idade. Quero saber se você arriscará parecer um tolo por amor, pelos seus sonhos e pela aventura de estar vivo.


Não me importa saber quais planetas estão alinhados com a sua Lua. Eu quero saber se você tocou o âmago do próprio sofrimento, se tem estado aberto para aprender com as traições da vida, ou tem se paralisado e fechado pelo medo de uma dor maior.


Quero saber se você consegue sentar-se com as dores, minhas ou suas, sem se preocupar em escondê-las, ou enfraquecê-las, ou tentar resolvê-las.


Eu quero saber se você pode conviver com a alegria, minha ou sua, se pode dançar com selvageria e deixar o êxtase preenchê-lo por inteiro, até as pontas dos seus dedos, das mãos e dos pés, sem advertir-se para ser cuidadoso ou realista, apenas para recordar as limitações de ser humano.


Não me interessa se a estória que você me conta é verdadeira. Quero saber se você é capaz de desapontar o outro para ser verdadeiro consigo mesmo, se pode suportar a acusação de traição e não trair a sua própria alma; se você pode ser infiel e, ainda assim, digno de confiança.


Eu quero saber se você pode enxergar a beleza, mesmo quando não esteja presente, todos os dias, e se você mesmo pode ser o manancial da sua presença, na própria vida.


Quero saber se você pode conviver com as falhas, suas e minhas, e ainda continuar de pé, à beira do lago, e gritar para a prateada Lua cheia... “Sim”!


Não me importa saber onde você vive ou quanto dinheiro tem. Eu quero saber se você pode se levantar, depois de uma noite de pesar e desespero, exausto e machucado até os ossos, e fazer o que tem de ser feito para alimentar as crianças.


Não me interessa quem você conhece ou como veio parar aqui. Eu quero saber se você estará ao meu lado no meio do fogo, sem recuar.


Não me importa saber onde, o que ou com quem você estudou. Eu quero saber o que sustenta o seu interior quando todo o resto desaba.


Quero saber se você consegue estar só, consigo mesmo, e se gosta, verdadeiramente, da sua própria companhia nesses momentos vazios. ”



4 comentários:

Than disse...

AMiga to sumida ne??? Nossa, me perdoa????? rs

Bjos

Yoyo disse...

Amei de paixão, esse texto, Maitê.
Eu ainda não conhecia.
Bjos

Sandrinha disse...

Bom Dia,Maitê!

Nossa,mto lindo!
É bom ler um texto deste, logo q acordamos.
Bom final de semana p/ vc.
Bjs!!!

Denise Lopes disse...

Amiga passei para te deixar um beijo e te agradecer o carinho...estou bem melhor...beijos