quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Os vampiros da vida real

Boa tarde!!!!!

Hoje pela manhã, eu estava conversando com a minha amiga Legalmente Noiva, a Rach. Conversa vai, conversa vem ... e fomos papeando sobre pessoas que costumam nos incomodar de alguma forma.

Eu confesso  que tentei escrever algo referente a este assunto aqui no blog, porém lendo alguns posts por aí, me deparei com um texto perfeito que relata exatamente tudo o que estava pensando ...

Vamos ao texto e aos créditos !!!

Ultimamente muito tem se falado sobre vampiros… É um tal de Crepúsculo pra cá, True Blood pra lá e por aí vai. Por isso achei interessante falar sobre vampiros. Mas daqueles reais. Que existem e por muitas vezes cruzam as nossas vidas. Os vampiros que não são imortais, nem tem dentes afiados (apesar de muitas vezes terem uma língua afiada), nem olhos de outra cor. E você com certeza conhece ou já conheceu um deles.



As pessoas vampiro não são necessariamente más, e obviamente não sugam literalmente o sangue dos outros, mas sugam outra coisa: a energia. É fácil identificar uma pessoa vampiro. Normalmente são pessoas que não estão de bem com a vida, ou melhor, pessoas que não SÃO de bem com a vida. Quase sempre elas estão doentes, ou insatisfeitas, gostam de reclamar e nada é suficientemente bom.


O maior problema das pessoas vampiro não é ver alguém mais bonito, ou mais bem sucedido e sim ver alguém feliz. Alguém sorridente, animado. O bom humor é definitivamente algo que incomoda profundamente as pessoas vampiro. E ela vai querer sugar toda e qualquer manifestação de felicidade que aconteça a sua volta. É proposital? É planejado? Não. Acredito que as pessoas vampiro nem sabem que são pessoas vampiro, e que transmitem tanta energia pesada àqueles que estão ao redor.


Mas e aí? Como se livrar de uma pessoa vampiro? Água benta? Crucifixo? Estaca no coração? O meu conselho é: fujam. Ao identificar uma pessoa vampiro, o melhor que você faz não é tentar ajudar (até porque a pessoa nem quer ajuda), nem tentar entender. Se você tentar ajudar uma pessoa dessa, você vai dar a mão, ela vai pegar o braço, as pernas, a cabeça e quando você perceber, é bem capaz que tenha se tornado uma pessoa vampiro também. Repare que as pessoas vampiro não tem muitos amigos, por isso, nem se sinta culpado(a).


Então, pegue a sua felicidade e vá compartilhar com quem quer compartilhar felicidade. Não estou dizendo para não ajudar um amigo que está passando por uma situação difícil, ou para ficar saltitando como uma gazela colorida 24 horas por dia. Mas na vida, algumas poucas coisas são nossas de verdade. São genuínas. E essas são as que devemos defender com toda a vontade que temos.

E então ??? O que vocês acham destes vampiros da vida real ... Eu acho que consegui afastar todos eles de perto de mim (rs..........)
 
*Créditos do texto:
-> http://consejodeamiga.wordpress.com/

9 comentários:

Marcinha disse...

Sabe que vc descreveu a pessoa que trabalha aqui comigo rsrs, será que vc conhece ela tambem kkkkkkk.
Agora é sério existe mesmo pessoas assim, que se sentem mau com a felicidade alheia e eu estou me afastando desse tipo de gente.bjus

Dani Marques disse...

Lendo o texto me dei conta que conheço não só uma mais várias pessoas vampiro! Vou tratar de me afastar desses seres rs...
Bjo

Rach disse...

Tê, obrigada por partilhar esse texto!! Achei bem apropriado e se encaixando bem naquilo que conversavamos!

Temos sempre procurar pessoas que somem e não diminuam, que nos deixam pra cima e não afundem mais a gente! UP SEMPRE!!!

Tô com vários dentes de alho comigo, pode deixar!! =)

Bjs

Kety disse...

nossa!! esse texto realmente é ótimo!! ameiiiii

eu estava mesmo me sentindo tão culpada por ter deixado para trás uma amiga que se encaixa tão bem nessas coisas... OBRIGADA! por dividir essa opiniao e esse texto! bjs

obs.: tb não consegui comer a codorna! kkkkkk

Juliana Galante disse...

Maitê querida
como o texto mesmo diz, nem sempre se tratam de pessoas más... e sei bem o que é isso. Trabalho com energia, convivo com gente o tempo todo, gente com dor, gente triste...
Procuro sempre estar preparada, mas, nem sempre consigo tbm... Quando sinto uma energia dessas, olho com todo o meu carinho e desejo apenas coisas boas, para mim, e para o "vampiro"... quem sabe um dia ele se torne alguém feliz não é mesmo?
beijos da Juju

Anônimo disse...

Nossa o texto descreve mt bem as pessoas "vampiro"! Nunca tinha visto esta nomenclatura..rsrsrs
Eu acho que consegui me afastar de pessoas assim, provavelmente pq mudei de cidade!! ahhaha

Bjs

Alice

Juh** disse...

Conheço alguem assim rs...
Amei o texto Tetê!
"Temos sempre procurar pessoas que somem e não diminuam, que nos deixam pra cima e não afundem mais a gente! UP SEMPRE!!!" amei essa frase da Rach, no coment acima, sintetiza bem o que eu tava pensando.
beijos

Danee disse...

Ai Maitê, é tão difícil! Mas vamos lá, firme, forte e as vezes fraquejando na dieta. Não vamos desistir.
beijocas

Malu Vieira disse...

Perfect!